Este blogue é organizado pelo Clube de Escrita da Escola Básica 2,3 de Santana. Publica textos escritos por qualquer aluno desta escola. Podem ser poesias, histórias, reportagens, opiniões, etc.. Editará ainda textos de autores conhecidos escritos para crianças e jovens.

2006/05/16

Diogo Gaboleiro (5º C)

CLUBE DAS CHAVES
DÁ TEMPO AO TEMPO

Autoras: Maria Teresa Gonzalez e Maria do Rosário Pedreira
Título: Clube das Chaves dá tempo ao tempo
Colecção: Clube das chaves
Editora: Verbo
Ano de publicação: 1991


Eu gostei muito de ler este livro.
Este livro fala de quatro jovens que formaram um clube secreto com algumas intervenções do primo Vasco, que é o fantasma da O.R.D.E.M.. A ordem é o grupo secreto que eles fundaram para resolver os enigmas do seu avô, que lhes deixou uma colecção de chaves, grandes, pequenas e de todos os formatos.
Este enigma vai levá-los a casa da tia Laura, a irmã do avô Cosme, que lhes vai dar várias informações acerca da vida dele.
O Pedro encontra um relógio no contador, o armário do escritório. À noite, o Pedro oferece-lo ao pai, Óscar, que fica muito emocionado e agradecido.
Aconselho-vos a lerem e relerem este livro. É muito giro e emocionante.

Joana Marquês (5º C)


O "ROMANCE DA RAPOSA"

Eu gostei do "Romance da Raposa", de Aquilino Ribeiro, porque é muito divertido. Tem vários provérbios e até vos dou um deles: "Quem não trabuca não manduca".
A principal personagem do livro é a Salta-Pocinhas, que é uma raposa. Ela é muito malandra e anda sempre a arranjar sarrilhos.
Espero que leiam este livro.
Aquilino Ribeiro foi um escritor português que nasceu em Sernancelhe em 1885 e morreu em Lisboa em 1963. Escreveu muitos livros, entre os quais "Jardim das Tormentas" em 1913.

Autor: Aquilino Ribeiro
Título: Romance da Raposa
Editora: Bertrand
Ano de edição: 1961
Autor das ilustrações: Benjamin Rabier

Diogo Tecelão e João Valada (5º C)

ALFABETO DOS ANIMAIS

A é a avestruz que é mais alta do que os perús.
B é a baleia que está sempre de barriga cheia.
C é o cavalo que diz ser primo dum galo.
D é a doninha que come uma galinha.
E é o esquilo que pesa mais do que um quilo.
F é o falcão que caiu dentro dum alçapão.
G é o gorila que vive em Manila.
H é a hiena que comeu uma rena.
I é a iguana que vive com a Mariana.
J é o jaguar que começou a voar.
L é o lagarto que é muito chato.
M é o macaco que pisou um charco.
N é o nebri que está a fazer chichi.
O é o ornitorrinco que roubou um brinco.
P é um pinguim chamado Olim.
Q é o quati, bicho que eu já vi.
R é a raposa, que é minha esposa.
S é a sapateira que está a assar na lareira.
T é o texugo que se chama Hugo.
U é o urso que tirou um curso.
V é a vaca que fixou o pêlo com laca.
X é a xaputa que na água é recruta.
Z é o zorrilho que já tem um filho.

2006/05/09

Alberto Duarte (5º C)


O Clube das Chaves
Toca a Quatro Mãos


Eu aconselho-vos a lerem este livro, O Clube das Chaves Toca a 4 Mãos, porque mostra os enigmas que o avô do Pedro lhe deixou e que ele teve muita calma para resolver .
É na garagem do Pedro que eles desvendam os seus enigmas. No armário guardam os seus materiais, os registo da O.R.D.E.M e os materiais da reunião. Já me esquecia: eles também procuram quem será o “O Fantasma da O.R.D.E.M”.


Autoras: Maria Teresa Maia Gonzalez e Maria do Rosário Pedreira
Capa e ilustrações: Luís Anglin
Editora: Editorial Verbo
Data de edição: 1993

2006/05/02

Susana Silva (6º E)

VIVA O S!

Viva o S de Susana,
Viva o S de saladeira,
S de Sesimbra e de Santana,
S de sabor e de sapateira.

E viva o S!

Viva o S de sorrir,
Viva o S de sonhar,
S de susto e sentir,
S de saber e de saltar.

E viva o S!

Viva o S de salteador,
Viva o S de sabidão,
S de senhora e de senhor,
S de salame e salsichão.

E viva o S!

Viva o S de sabão,
Viva o S de sacola,
S de sábado e de salão,
S de soneto e de sola.

E viva o S! E viva o S! E viva o S!

(inspirado num poema de José Fanha)

Catarina Marques de Jesus (6º E)

OLHA O C

Olha o C de Catarina,
Olha o C de caranguejo,
Olha o C de carapau,
Olha o C de correr,
C de camelo,
C de canguru,
C de carro,
C de cão.

Olha, a Catarina tem um cão
que canta uma canção.
Por causa da minha cadela,
fiquei a cheirar a canela.
Estava a correr
atrás de um carro
quando caiu...

Olha o C de colchão,
Olha o C de camisola,
C de computador,
C de comer.

Estou a comer
no colchão.
Visto a minha camisola
com carapaus e caranguejos.
Mas atrás tenho um canguru
e um camelo...

Joana Oliveira (6º E)

JOGA O JOTA

Joga o jota com a Joana,
Joga o jota com o João,
Jota de jardineiro e de jardim.

Joga o jota!

Joga o jota com o jogador,
Joga o jota com o José,
Jota de juventude e de juvenil,
Jota de Janeiro e de janota.

Joga o jota!

Joga o jota com a Josefa,
Joga o jota com o jornal,
Jota de jacaré e de jantar,
Jota de janela e de jurar.

Joga o jota!

Joga o jota com o Junho,
Joga o jota com o Julho,
Jota de jovem e de julgar,
Jota de jibóia e de juntar.

Joga o jota!
Joga o jota!
Joga o jota!

(a partir de um poema de José Fanha)